Programa de qualificação profissional quer conectar jovens com o mercado de trabalho

Categoria: INDUSTRIA DE MS, MERCADO DE TRABALHO | Publicado: terça-feira, junho 28, 2022 as 09:32 | Voltar

Para conectar jovens, com qualificação profissional e o mercado de trabalho, o Sistema Fiems e o Sebrae lançaram o programa “Minha chance”. O secretário Jaime Verruck, titular da Semagro (Secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) destacou a importância de conectar as pontas para atender ao mercado de trabalho.

“Hoje nós temos vagas abertas em todos os setores nos 79 municípios e tenho ouvido essa busca por trabalhadores dos empresários. A minha pergunta para os jovens é quantos estão dispostos a mudar de Campo Grande? Nós precisamos ter mobilidade, olhar para o interior. Esse programa vem em boa hora para conectar o jovem que não sabe onde procurar e a empresa que não encontra funcionários”, afirma o secretário de Estado.

De acordo com a Fiems, Mato Grosso do Sul conta com cerca de 20 mil vagas de trabalho abertas atualmente, mas muitas empresas têm dificuldade em preencher esses postos por falta de mão de obra qualificada. O programa “Minha Chance”, que promete ser o maior evento de qualificação profissional, empregabilidade e empreendedorismo no Estado.

“Mato Grosso do Sul vem se desenvolvendo a passos largos, mas temos vivido um apagão da mão de obra no Brasil e, em especial, em nosso Estado. A intenção desse programa é buscarmos as pessoas nos bairros, qualificá-las e encaminhá-las ao mercado de trabalho. Essas pessoas terão oportunidade de se qualificar para garantir, além do emprego, melhores salários”, disse o presidente da Fiems, Sergio Longen.

Tito Estanqueiro, diretor-superintendente em exercício do Sebrae, explica que a ideia é percorrer os bairros da capital para fazer um “match” entre empregadores e trabalhadores. “Qual a grande dor que o empresário tem? Ele precisa de pessoas qualificadas e não encontra disponíveis no mercado. A melhor forma de qualificar é a gente envolver as lideranças dos bairros, para que elas possam estimular as pessoas”, disse o gestor do Sebrae.

Como funciona

O “Minha Chance” irá funcionar como um feirão itinerante que aproxima empregadores e candidatos a vagas de trabalho. A proposta é percorrer os bairros mais populosos da capital, levando oportunidades de emprego e serviços para quem busca recolocação profissional. Em uma segunda fase, o programa poderá ser expandido para o interior do Estado.

Em cada edição, diversas empresas farão recrutamento de profissionais no local do evento. A Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) irá divulgar as vagas abertas e também cadastrar currículos. Já o IEL vai oferecer oficinas para quem quer “turbinar” seu currículo e divulgar vagas de estágio para estudantes dos níveis médio e superior.

Além da oferta de vagas de emprego, o “Minha Chance” disponibiliza cursos gratuitos à população nas mais diversas áreas profissionais, como padeiro, instalador hidráulico, assistente administrativa, eletricista e muitos outros.

Se o aluno não consegue ir à sala de aula, no “Minha Chance” a sala de aula é quem vai até o aluno. A carreta do Senai possui um contêiner adaptado como sala multiuso, onde instrutores poderão qualificar turmas por meio de aulas práticas. São ao todo 50 carretas para atender a demanda.

Priscilla Peres, comunicação Semagro, com assessoria Fiems. 

Publicado por: Marcelo Armôa, Assessoria de Comunicação da Semagro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.