INCLUSÃO: Estado leva qualificação e serviços para mais de 2 mil pessoas por meio das salas digitais

Categoria: CIÊNCIA TECNOLOGIA & INOVAÇÃO, FUNDECT, GOVERNO DIGITAL, GOVERNO PRESENTE, INCLUSÃO DIGITAL | Publicado: segunda-feira, março 21, 2022 as 09:08 | Voltar

A inclusão digital garantiu desde novembro do ano passado a qualificação de mais de 2 mil pessoas em comunidades remotas, aldeias indígenas e áreas rurais de Mato Grosso do Sul. Isso tem sido possível graças ao convênio n. 30.706/2021, firmado entre  o Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e o Senai na execução do Projeto Salas Digitais Empreendedoras. A parceira faz parte do programa Conecta MS, que leva inclusão digital a áreas remotas do Estado e tem 101 pontos de internet distribuídos em 28 salas nos 79 municípios. O volume pode chegar a 50 salas até o final do ano.

Cada comunidade que recebeu o Projeto possui um bolsista que cuida da sala e estimula o conhecimento entre os moradores do local. Os bolsistas selecionados normalmente são moradores da própria comunidade que fazem a zeladoria da sala e promovem o uso da estrutura disponível, transformando os espaços em salas digitais. Os monitores recebem uma bolsa no valor de R$ 400 do Governo do Estado, por meio da Semagro e do Senai.

Onde estão?

Atualmente os chamados “zeladores” estão atuando em Anastácio (Assentamento Monjolinho) Angélica – CEPACAL; Bela Vista – Assentamento Tupanceretan; Campo Grande – SEMAGRO; Corumbá – Barra do São Lourenço; Dois Irmãos do Buriti – Aldeia Água Azul; Guia Lopes – Assentamento Retirada da Laguna; Guia Lopes – Assentamento Rio Feio; Japorã – Aldeia Porto Lindo; Nioaque – CEPPEC; Nioaque – Assentamento Uirapuru; Nova Andradina – Assentamento Teijin; Ponta Porã – Assentamento Aba da Serra; Ponta Porã – Assentamento Itamarati; Porto Murtinho – Aldeia Alves de Barros; Rio Brilhante – Assentamento Taquara e em Sidrolândia – Aldeia Córrego do Meio/Aldeia Lagoinha/ Aldeia Tereré.

Agente de saúde do município de Bela Vista registrando as visitas no sistema, Assentamento Caracol, Bela Vista

Ainda estão em fase de contratação 2 Bolsistas para as cidades de Bela Vista no Assentamento Caracol e Campo Grande - Semagro. Os atendimentos auxiliam os estudantes a conhecer e aprender a usar um computador; fazer e imprimir currículos; utilizar e-mail, redes sociais e ver vídeos; fazer pesquisa e fazer cursos online. Já para as pessoas da comunidade as salas são de grande auxílio na emissão de notas fiscais da agricultura familiar. Além disso nos locais são oferecidos cursos presenciais como do Detran e do Senar, atualmente.

De acordo com o secretário Jaime Verruck, da Semagro, o avanço na qualificação e oferta de serviços pela internet, foi possível graças a um convênio feito pela Semagro no ano passado levando cursos e tecnologia para aldeias e comunidades mais carentes. “De novembro de 2021 a março de 2022 foram mais de 2 mil pessoas atendidas nas salas digitais, dentro do projeto Conecta MS. Entre as pessoas estão muitos alunos e mais ainda atendimentos. Com certeza alguns deles irão para indústria”, avaliou o secretário.

Publicado por: Rosana Siqueira

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.