Semagro, Imasul e Ibama firmam termo para realizar evento internacional de incêndios florestais em MS

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado, por meio da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), firmou nesta sexta-feira (9) o termo de cooperação técnica com o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para a organização da 7ª Conferência Internacional de Incêndios Florestais – Wildfire 2019. O evento será realizado em Campo Grande, de 6 a 10 de maio de 2019, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. É a primeira vez que a Conferência acontecerá na América Latina.

“A decisão de trazer para Campo Grande o Wildfire 2019 foi tomada em fevereiro de 2016. Vamos receber cerca de 1500 pessoas, de diversos países, que vão debater e compartilhar técnicas e pesquisas sobre o combate a incêndios florestais. Mato Grosso do Sul, com os três biomas que abriga e com a base de florestas plantadas que possui, tem condições de se tornar uma referência internacional no setor de incêndios florestais após essa Conferência”, comentou o secretário Jaime Verruck.

Na avaliação do governador Reinaldo Azambuja, realizar o maior evento sobre Incêndios Florestais do mundo vai auxiliar Mato Grosso do Sul a se tornar o primeiro Estado Carbono Neutro do País. “Acho que Mato Grosso do Sul vai ser o primeiro Estado do País Carbono Neutro. Prevenir fogo ajuda a combater o CO2 e o aquecimento global. Esse desequilíbrio do clima acaba trazendo consequências para o mundo todo. Então, a gente fica feliz com as grandes parcerias que estamos conseguindo para a 7ª Conferência Internacional de Incêndios Florestais”, afirmou.

O chefe do Gerenciamento do Serviço de Combate a Incêndios Florestais e Aviação dos Estados Unidos, Gordy Sachs, representando os membros do ILC (International Liaison Committee, que organiza a Conferência), informou que a Wildfire é o mais relevante e proeminente evento do setor no mundo. “A realização da Wildfire vai trazer ao Brasil o conhecimento, pesquisas, técnicas operacionais e a demonstração de equipamentos de última geração para o combate a incêndios florestais. Nosso objetivo é compartilhar experiências para proteger cidadãos, recursos naturais e comunidades”, afirmou. Segundo ele, o ILC vai indicar especialistas de diversos segmentos envolvidos no combate a incêndios, baseado nas experiências obtidas nas conferências anteriores, além de recrutar participantes de todo o mundo para o evento.

Na solenidade de assinatura do Termo entre o Ibama, Semagro e Imasul, também estiveram presentes os membros do ILC: Kim Connors, diretor executivo da Agência Internacional de Combate a Incêndio Florestal do Canadá; Bill DeGroot, do Programa de Pesquisa sobre Incêndio do Serviço Florestal do Canadá; Elsa Enriquez Alcalde, do Serviço de Combate a Incêndios Florestais do Ministério da Agricultura, Alimentação e Meio Ambiente da Espanha; Val Charlton, diretor geral de Kishugu, África do Sul; Patricio Sanhuza, gerente do Departamento de Desenvolvimento e Pesquisas para Combate e Gerenciamento de Incêndios Florestais da Corporação Florestal Nacional do Chile; e Pieter VanLierop, Oficial Florestal do Grupo de Pesquisas Naturais, Gerenciamento de Riscos e Mudanças Climáticas da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura).

Participaram, ainda, o secretário adjunto da Semagro, Ricardo Senna, o secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), o secretário Antonio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública), o senador Pedro Chaves e o deputado estadual Maurício Picarelli (representando a Assembleia Legislativa).

Wildfire 2019

A 7ª Conferência Internacional de Combate a Incêndios Florestais – Wildfire 2019, visa a preservação e uso sustentável do meio ambiente mundial. O evento vai reunir os setores envolvidos na gestão de incêndios florestais e seus campos relacionados, como silvicultura, clima e meteorologia, ecossistemas, desastres e segurança e saúde humana. Os participantes partilharão conhecimentos e experiências sobre a metodologia de gestão de incêndios e debaterão estratégias para o reforço da cooperação internacional.

O termo de cooperação técnica para a realização da Wildfire foi assinado pelo governador Reinaldo Azambuja, pelo secretário Jaime Verruck, pelo diretor-presidente em exercício no Imasul, Osvaldo dos Santos, pelo vice-presidente do Ibama, Luciano Evaristo e pelo prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad.

Fotos: Kelly Venturini – Semagro
Com informações de Paulo Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)