Produtores rurais de MS se destacam em premiação concedida pela revista Dinheiro Rural

Campo Grande (MS) –  Produtores rurais de Mato Grosso do Sul foram destaque na premiação As Melhores Empresas do Agronegócio em 2017,  concedida pela revista  Dinheiro Rural e publicada na edição dezembro/17 janeiro/18. Fazendas com criação de gado e agricultura de Campo Grande e Maracaju aparecem no topo do ranking das categorias Fazenda Sustentável e Genética Nelore.

“São importantes exemplos de boas práticas no agronegócio que têm de ser divulgados e parabenizados. É esse o modelo de desenvolvimento sustentável que a Semagro estimula por meio de programas como o Precoce MS, Resenha Virtual e outros que estamos aprimorando, além do trabalho realizado pelos nossos órgãos vinculados”, lembra o secretário adjunto Ricardo Senna, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

A propriedade rural Sapé Agro, pertencente ao pecuarista e secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel foi classificada como Ouro na categoria Fazenda Sustentável. Na fazenda localizada em Maracaju é feito o plantio de grãos, criação de gado de corte e de leite e há um projeto técnico de educação no campo.

“Em sua gênese a fazenda é uma atividade de longo prazo. É preciso enxergar um horizonte bem maior para definir os investimentos e garantir lucratividade”, disse Eduardo Riedel em entrevista à Revista Dinheiro Rural.

Na mesma categoria, o Grupo Atallah dos irmãos Atallah de Campo Grande, ficou na categoria prata empatado com propriedades do Mato Grosso, que também ocuparam a colocação bronze.

Já na categoria Genética Nelore, a Genética Aditiva de Campo Grande, pertencente Eduardo Foley Coelho e Simone Spengler Coelho alcançou o topo do ranking. O trabalho começou a ser desenvolvido em 1940 e o cuidado com o rebanho passou de pai para filho.

A Revista destacou que entre os 10 primeiros touros mais bem colocados no sumário da Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores de 2017, oito foram produzidos pela Genética Ativa.  No sumário Geneplus/Embrapa, os nove primeiros também são da empresa.

Mato Grosso do Sul também aparece na segunda posição da categoria Gado de Produção, com a Fazenda 3R pertencente ao pecuarista Rubens Catenacci, de Figueirão.