Governo e Embrapa lançam Tecnofam para levar tecnologia à agricultura familiar do Estado

Campo Grande (MS) – O fortalecimento da Agricultura Familiar em Mato Grosso do Sul foi tema de encontro nesta terça-feira (13), com o lançamento da 3ª Tecnofam – Tecnologias e Conhecimento para a Agricultura Familiar. A feira, realizada a cada dois anos pelo Governo do Estado e a Embrapa Agropecuária Oeste, acontecerá entre os dias 17 e 19 de abril, em Dourados.

O lançamento foi feito pelo governador Reinaldo Azambuja, junto com o titular da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck e o chefe-geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Asmuss.

Considerado o maior evento de Mato Grosso do Sul voltado para a agricultura familiar, reuniu 1,5 mil pessoas de 11 estados na edição anterior. Guilherme Asmuss ressaltou o apoio essencial do Governo do Estado por meio da Semagro, para a realização do evento que em 2018 vai reunir 27 tecnologias de campo, além de oficinas, mostras de tecnologia e feira de produtos.

Dados da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), órgão vinculado a Semagro, mostram que o Estado tem 72 mil famílias que trabalham com agricultura e que o Governo do Estado, entre 2015 e 2017, entregou 97 resfriadores entregues e 29 patrulhas mecanizadas.

O governador Reinaldo Azambuja destacou que a Agricultura Familiar é quem abastece a mesa da população, com 70% da cesta básica brasileira e fortalecer essa produção, proporciona competitividade e fortalece o setor. “Hoje temos muita tecnologia e ciência sendo criada em órgãos como a Embrapa, mas ela precisa ser difundida e por isso as parcerias são importantes, para que ela chegue ao campo e ao pequeno produtor”.

Além disso, Reinaldo afirmou que há muito espaço para o setor crescer e se desenvolver e para isso, o apoio do associativismo e cooperativismo, são essenciais. “Nosso principal problema hoje é conseguir a produção rotineira e o Governo do Estado tem feito esforços para apoiar com maquinário e organizar o setor. Estamos dispostos e temos sensibilidade e preocupação com esse segmento”.

Titular da Semagro, secretário Jaime Verruck destacou que o do total de agricultores familiares do Estado, 25 mil ainda precisam de titularidade para poderem obter crédito e assim, ter acesso às tecnologias. “Esse é o trabalho que o Governo do Estado tem feito, auxiliar todas as cadeias da agricultura familiar, desde quem produz para subsistência até os que fornecem para cooperativas”.

Foto: Kelly Venturini