Governo caminha para regulamentar produção de queijo artesanal em MS

Campo Grande (MS) – A padronização dos queijos artesanais de Mato Grosso do Sul voltaram à pauta da secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), nesta semana. Com apoio do Sebrae e Senai, técnicos trabalham para construir um padrão que irá nortear os produtores rurais do Estado.

A estimativa da Semagro é de que Mato Grosso do Sul tenha 33 mil produtores de leite e 20% destes produzam queijo caipira como forma de agregar valor aos seus produtos. O grande entrave é que ainda não há legislação para a produção de queijo com leite não pasteurizado no Estado.

O projeto é desenvolvido pela Semagro junto com as vinculadas Agraer e Iagro e em parceria com o Sebrae e o Senai. A intenção é que a sociedade possa consumir um produto com qualidade enquanto os produtores saem da ilegalidade e podem comercializar seus itens tranquilamente.

A coordenadora de Agricultura Familiar da Semagro, Ariani Monaly Monteiro, explica que os técnicos têm trabalhado para montar um fluxograma que vai padronizar o queijo artesanal. Depois de pronto ele será regulamentado para que os produtores rurais possam se adequar as novas regras.

O projeto terá duração de dez meses, prazo para que os técnicos façam os levantamentos necessários, desenvolvam o padrão, regulamentem e iniciem a sensibilização dos produtores para que o queijo artesanal passe a ser formalizado no Estado.